Um pedaço de paraíso…

Março 31, 2008

mangue-seco-blog2.jpg 

Existem lugares aqui no Brasil – inóspitos!! Bem, não sei ao certo se essa é a palavra, porque o que revi foi um pedacinho de paraíso, e se o paraíso é inóspito eu não sei, o que sei é que estive em um lugar, após sete anos que lá fui, cuja a sensação foi de que o tempo parou bem ali para que eu pudesse passar.

O paraíso é em câmara lenta, tudo anda lento, as pessoas andam devagar, falam sem muita pressa, o riso é mais sentido e escutam sem muito pesar, vivem como se estivessem numa paisagem pintada em tinta a óleo, como se o mundo estivesse em pausas constantes para elas passarem.

Lugares assim ainda são possíveis, mesmo em meio a toda a nossa globalização, aquela que  tanto já discutimos por aqui, eu e meus colegas de blog, de vidas atribuladas,  sempre a indagar  – como poderemos fabricar mais tempo?

Acho que nesse mês descobri  esse lugar – MANGUE SECO!!  Para chegar atravessamos o Rio Real e vamos sentindo que o tempo será nosso aliado, então só nos cabe ser amigo dele. É lugar onde rio abraça mar, daí a formação também de mangue. 

Esse paraíso está a extremo norte do litoral da Bahia, em fronteira com o estado de Sergipe. Suas  imensas dunas constrastam como o infinito azul do céu. O infinito também é de areia e coqueiros, vegetação exôtica aos olhos de quem contempla e a certeza que uma força maior passou por ali e criou aquilo tudo, que alguém pintou aquele cenário para que um dia os homens se pussem, como eu, a admirar e pensar que ali habita 30 quilomêtros de praia deserta a perder-se de vista e ser humano é o de mais raro que há na paisagem.

A estória de Jorge Amado anda por lá, ainda aos quatro cantos daquela pequena vila de pescadores, com não mais que 200 habitantes, perdido em busca da sua Tieta do Agreste, entre mar e mato, entre cabras, ovelhas e vacas a passear no fim de tarde na praia.

Acho que o vi por lá a imaginar as peripécias que ofereceria a sua TIETA. No “Recanto da Sula”, também encontramos a  sua memória, uma casa cheia de varandas a beira rio, aonde esperamos  o café e o pão de queijo quentinho, como na casa da avó, sempre sem pressa, pois quando D. Ana Flora está sozinha na cozinha até a pizza pode demorar mais que uma hora e meia a chegar. A casa é da família da D.Sula, é o cantinho aonde foram realizadas as cenas de “Tieta do Agreste”,  talvez ainda hoje Jorge Amado viva por lá cercado dos cuidados da D. Ana Flora, aquela que mantém a memória viva do lugar.

A vida em Mangue Seco parece que fica assim, meio sem  direção, meio sem razão, pois o próprio “estar”, o acordar, o caminhar, tudo vai além da singularidade tão normal dessas tarefas diárias. O dia parece sem fim.

É lugar aonde “douuuuuuuutor” é nome próprio, aliás o que não é nada raro aqui no Brasil em lugar de pessoas tão simples, como esse. Todo turista nacional ou estrangeiro é um ser estranho por lá, alguém que traz notícias de um além que habita na fantasia de quem ali vive. Somos sonoridade de novidade, somos a promessa de futuro, hoje e sempre, seres de mundo que a eles só chegam pela televisão, e mesmo assim não há muito tempo, pois a tecnolgia não é algo que caminhe muito rapidamente para lá, até ela chegou aos pouquinhos.

Vamos lá, no dia em que imaginarem que precisam encontrar um lugar em que o tempo passe bem devagar – corram, aliás, corram não, entrem no ritmo do destino, lentamente, percorram, se sairem de Salvador, 242 Km pela Linha Verde, chegando aí, guardem o carro, há estacionamentos suficientes para isso, com muita sombra das palmeiras para acalentar o seu carro. Peguem um barco, levando a brisa do rio como companheira e o riso do moço do barco como estágio de alma do lugar e depois de 20 minutos – pisem em Mangue Seco!

Só não esqueçam duas coisas:um bom protetor solar e um livro, quem sabe o “Taxicidade”, que contrastará com toda a calmaria que insiste em permanecer por lá.  

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: